Disfunção erétil em jovens: causas e tratamentos

A consulta médica deve servir como uma oportunidade para identificar problemas silenciosos e corrigi-los

Será que impotência sexual é doença apenas de homens velhos? Muita gente pensa assim. Conhecendo a mágica que permite a ereção peniana, podemos entender o porquê desta associação muito comum. Por um lado, a idade é sem dúvida um poderoso fator de risco para as disfunções sexuais.

Quanto mais velho, maior é a chance do homem apresentar situações que sabidamente prejudicam a circulação do sangue, como o próprio envelhecimento dos vasos sanguíneos (artérias e veias), além de mais tempo convivendo com diabetes, hipertensão arterial, dislipidemias, obesidade, tabagismo e outras doenças consideradas crônicas.

A minoria (menor parte) dos jovens sofrem com problemas de ereção. Os levantamentos epidemiológicos mostram que a disfunção erétil acomete, com graus variados de severidade, a maioria dos homens com mais de 50 anos de idade. Então diríamos que a impotência é comum nos mais velhos. Todavia essa verdade não deve ser entendida pelos jovens como: eu não preciso me preocupar com isso agora.

Primeiramente, por uma razão mais simples: jovens também podem sofrer com problemas sexuais. Segundo e, em minha opinião, mais importante: o melhor tratamento para a disfunção erétil que acomete o jovem, adulto ou idoso é a prevenção! Ou seja, adotando hábitos de vida e atitudes saudáveis hoje, a chance de sofrer com disfunções sexuais no futuro diminuirá. Terceiro e um alerta: existem muitos jovens que utilizam medicamentos para ereção de forma recreacional, ou seja, se habituam a turbinar as relações com medicamentos. Como será o futuro sexual dessa geração?

Causas da disfunção erétil em jovens
Qualquer homem pode falhar numa relação sexual. Basta que exista ansiedade e insegurança em relação ao desempenho para que a ereção peniana não ocorra de forma plena.

Lembre-se que o pênis fica rígido em resposta à excitação sexual. Vários sistemas precisam funcionar em harmonia para que esta mensagem oriunda do estímulo sexual percorra o caminho entre cérebro e o pênis. Neurônios, nervos, hormônios, vasos sanguíneos, e o próprio tecido erétil do pênis agem em conjunto para o sucesso da ereção. Então, como existe um trabalho de uma equipe ampla, a dificuldade de ereção pode ser resultado de um problema em qualquer membro desse time. Geralmente é exatamente isso que acontece: a disfunção erétil é resultado de vários probleminhas que se somam.

Nos jovens sem comorbidades, o problema geralmente é causado pela “ansiedade de desempenho”. Em termos mais simples: o medo de falhar e decepcionar a parceira é que provoca a falha. Quando as falhas passam a ser frequentes podemos dizer que existe um problema de disfunção erétil psicogênica. Qualquer um pode falhar!

Quando existe ansiedade e medo de falhar ocorre um verdadeiro ciclo vicioso, onde a memória da última relação insatisfatória acompanha o homem na tentativa seguinte. Quando ficamos ansiosos ou com medo liberamos adrenalina na circulação que é conhecido como hormônio da “fuga ou luta”. Adrenalina prepara o homem para fugir de um problema ou lutar com ele. Há um desvio do sangue que vai prioritariamente para o cérebro, o coração e os músculos. Vai pouco sangue para o pênis, e o que faz o pênis ficar ereto é exatamente um vigoroso aumento do fluxo de sangue.

Tratamentos para disfunção erétil em jovens
Independente da idade a abordagem do homem com disfunção erétil deve inicialmente buscar identificar fatores de risco para problemas circulatórios. Repetindo: checar pressão arterial, níveis do açúcar no sangue, alguns hormônios como a testosterona e tireoidianos, colesterol, peso, hábitos nocivos como consumo de drogas ilícitas, álcool e tabaco. Tudo o que não está adequado deve ser considerado no momento de orientar o jovem na adoção de atitudes saudáveis. A ideia é mostrar que ele precisa investir hoje para envelhecer com saúde amanhã.

O segundo passo, fundamental para superar um quadro de impotência de origem psicogênica, é estabelecer um bom relacionamento entre o profissional de saúde e o paciente. A frase: ?isso é só um problema psicológico? quase sempre assusta mais do que acalma os homens. E na prática, nada é muito simples nessas questões envolvendo sexualidade.

Por isso, o ideal é que médico e psicólogo trabalhem em harmonia para ajudar no processo de superação. O paciente precisa ser informado de que tudo nessa área ocorre de forma gradativa e que ele não deve se cobrar soluções imediatas. Isso só gera mais expectativa, aumenta a ansiedade e perpetua o ciclo vicioso.

Ciente da causa psicológica e com o suporte adequado, cada caso precisa ser individualizado para que o tratamento esteja definido. Alguns vão precisar da ajuda temporária de medicamentos, outros não. Cada caso merece uma abordagem e ajustes de acordo com a resposta e evolução.

Consulta médica e recomendações
Nos jovens que não possuem comorbidades, ou seja, que não são diabéticos, hipertensos, obesos, sedentários ou tabagistas a principal causa de disfunção sexual é a “cuca”. Porém, ainda existem alguns casos em que os jovens realmente apresentam casos de doenças.

A regra, portanto, quando atendemos alguém com queixas sexuais, independente da idade, é sempre investigar se tudo está funcionando corretamente nesses diferentes participantes do mecanismo de ereção. Checar os níveis de glicose (açúcar) no sangue, a pressão arterial, hormônios básicos, a relação peso e altura, a qualidade do sono (sim, o sono é importante tanto para a circulação quanto para libido) e como andam a parte psicológica e o relacionamento. A consulta médica deve servir como uma oportunidade para identificar problemas silenciosos e corrigi-los.

Leia também: o que é remédio para ereção

Por isso, a permissão de comprar medicamentos para ereção sem receita médica é uma forma cruel de afastar os homens da medicina preventiva. Muitos se automedicam ou usam remédios para ereção sem necessidade e, com isso, vão protelando as mudanças necessárias para melhorar a saúde e prevenir doenças futuras.

Anorgasmia: quando o orgasmo não vem

Eles experimentam o desejo e até o prazer, mas não conseguem atingir o orgasmo. Anorgasmia é a impossibilidade de algumas mulheres atingirem o clímax do prazer sexual. Um bloqueio de ecstasy que pode ser uma fonte de culpa, auto-imagem ruim, problemas dentro do casal … Mas é possível superar. 

Conheça o estimulante feminino que esta trazendo o orgasmo pra vida das mulheres que usam, o nome é Tá tarada.

Para algumas mulheres, atingir o orgasmo é impossível. Alguns nunca chegaram, outros não podem, ou apenas se masturbando … Chama-se anorgasmia, não confundir com frigidez . Se uma mulher anorgásmica tem desejo e até mesmo prazer, mas não consegue atingir o orgasmo, uma mulher que sofre de frigidez não sente desejo sexual.

“Há várias fases no cenário da ascensão ao prazer: uma fase de desejo, uma fase de excitação, uma fase de platô, orgasmo e uma fase de resolução, detalha o terapeuta sexual Alain Héril . Nas mulheres, a chamada fase de resolução pode naturalmente estar ligada a uma fase de excitação, que pode levar a um novo orgasmo. Esta é a chamada função multi-orgásmica das mulheres. Na anorgasmia, as mulheres permanecem na fase de planalto. Eles podem sentir prazer intenso, mas nunca são “gratificados” pelo surto de orgasmo. 

É difícil saber quantas mulheres são afetadas pela anorgasmia, que é uma das razões mais comuns para consultas nos consultórios de sexologistas e terapeutas sexuais.

Em mulheres jovens, a anorgasmia é comum. “Antes dos 40 anos, muitas mulheres não aprenderam a soltar completamente”, explica Alain Héril. Isso não significa que eles sofram de uma patologia. Isso é chamado de preorgasmia.

Muitas vezes, a anorgasmia se origina no medo do orgasmo, “perdendo o controle e revelando uma natureza muito propensa ao prazer, medo geralmente relacionado a considerações morais e educacionais. Uma má imagem de si mesmo, do corpo, dos complexos, da grande modéstia ou da falta de autoconfiança também pode entrar em ação.

Outra causa comum: um abuso sexual que, mesmo vivido na infância, deixa vestígios e infelizmente não é sem consequências no prazer sexual. 

A anorgasmia também pode ser transitória e aparecer após um evento significativo: separação, luto, despedimento, parto. Também pode ocorrer durante problemas dentro do casal: distância de ambos os parceiros, conflitos, descoberta de infidelidade … 

Viver sem sentir orgasmo

Muitas mulheres apoiam esta falta de orgasmo muito bem. Quem, mesmo que vivamos em uma sociedade marcada pela ditadura do “gozar a todo custo”, não é obrigatório ter uma vida sexual satisfatória. “Como penetração, a propósito! “, Acrescenta Alain Héril.

Não há necessidade, portanto, de buscar o orgasmo a todo custo. “Não faz sentido. A sexualidade é uma questão de encontro (consigo mesmo e com o outro) e de compartilhamento emocional. As emoções são diversas, muitas. É o mesmo com orgasmos. Eles não devem procurar todas as vezes. Os “melhores” são aqueles que surpreendem e não esperam. “

Diante da ausência do orgasmo, Alain Héril aconselha começar “questionando seu desejo, suas fantasias e especialmente sua capacidade de aceitar perder o controle”. Sem dramatizar a situação “com o risco de ampliar o problema”.

A idéia? “Aprenda a deixar ir em áreas que não são sexuais. Graças à sofrologia, por exemplo. Ou exercícios de relaxamento, meditação, yoga …

Como chegar ao orgasmo é aprender – como você também aprende a fazer amor -, a masturbação ou o uso de um brinquedo sexual também podem ajudar. “O que pode ser desbloqueado sem um parceiro pode, então, facilitar o orgasmo deixando ir em um relacionamento com dois! “.

10 sugestões para recuperar sua libido

Todos os casais são confrontados um dia ou outro com o declínio do desejo sexual. Como a libido não é algo que necessariamente não é preciso dizer, é importante colocar a sua própria para que ela mantenha um lugar de escolha no casal. Aqui estão algumas dicas que ajudarão você a recuperar seu desejo sexual.

Se você quer mais dicas sexuais, conheça o blog da cis.

Crie uma falta

Sabe-se que o desejo sexual aumenta com a distância e o tédio associado a ele. No início do relacionamento, o apego é polvilhado de paixão e os arrepios se multiplicam na proporção de esperar pelas próximas reuniões. Quando um casal está bem estabelecido, os parceiros vivem juntos e compartilham sua rotina diária, a magia da espera não está realmente lá. Portanto, é importante manter uma certa distância para recuperar o desejo de estar com o outro. Tenha atividades para você e veja seus amigos regularmente. Não há necessidade de compartilhar tudo juntos.

Cuide-se

Quando nos sentimos desejáveis, exalamos muito charme e confiança. Essa atitude nos ajuda muito a recuperar nosso sex appeal e esse sentimento de autoconfiança nos permitirá recuperar o desejo sexual. Cuide-se, perfume-se, tenha roupas novas, um novo penteado e verá que a aparência brilhante de seu parceiro aumentará o desejo que você tem por ele.

Surpreenda-se!

É importante manter algum mistério em um casal. As surpresas aproximam os parceiros, porque esse é o tipo de atenção que é boa. Não há necessidade de comprar bilhetes de avião para Honolulu para impressionar o outro. Você pode trazer seus doces favoritos de volta da mercearia, um copo de vinho quando ela (ele) toma banho, uma mensagem sexy no bolso da calça jeans, etc. Em suma, uma surpresa que dá um sorriso para lembrá-lo o quanto você ama você. Isso também desperta a chama sexual.

Fique longe do estresse

Todas as fontes de estresse têm um efeito prejudicial sobre o desejo sexual. Trabalho, conflitos desnecessários, preocupações financeiras, “muito a fazer” etc. pode interferir com o desejo de reaproximação. É normal! Impossível deixar ir completamente em um brouhaha no pescoço. No entanto, aprenda a relaxar para remover o máximo possível de todas as fontes de estresse prejudiciais à sua libido. Pratique esportes, coma bem, pratique ioga ou consulte seu massagista regularmente. Essas atividades lhe permitirão lidar melhor com o estresse diário e, assim, manter o tempo para compartilhar bons momentos na cama.

Vá em frente

Já mencionei em outra coluna, mas repito, porque é importante: tome a iniciativa! O desejo sexual não é algo que vai e volta sem o nosso conhecimento. Ele sai de acordo com o contexto cotidiano (fadiga, sobrecarga de trabalho, estresse, etc.) e volta se NÓS colocarmos esforços para fazê-lo retornar. Dê os primeiros passos para o seu parceiro, porque não pode ser outra recusa …

Mude a rotina na cama

Quando a rotina é refletida na cama, é um mal augúrio para uma libido cintilante. Tente uma nova posição, novos abraços, novos lugares, etc. Muitas vezes, basta fazer uma pequena mudança para o desejo de voltar à vida.

Discutir juntos

Falar sobre qualquer coisa e nada com o seu parceiro pode ser muito significativo. Especialmente se a discussão for tingida de humor e cumplicidade, você notará que seus olhos se iluminarão. Nestes momentos de troca, você verá que o desejo nunca está longe. Você pode falar sobre o que você gosta na cama, carícias que você sente falta, idéias de jogos eróticos, etc. Nenhuma censura! 
Leia textos eróticos

Não há necessidade de descrever o poder das palavras em nossa imaginação! Existem milhares de textos eróticos que alimentam a fantasia da fantasia. Não hesite em dar uma olhada ou lê-los na íntegra, porque esses textos podem ajudá-lo muito a encontrar sua libido. De histórias românticas a eróticas, não há limite para a imaginação.

8 Ótimas Dicas de Emagrecimento Saudável

8 Ótimas Dicas de Emagrecimento Saudável

Você sabe o quanto é difícil perder peso: consumir menos calorias, queimar mais calorias. Mas você também sabe que a maioria das dietas que prometem uma rápida perda de peso não funciona como prometido. Se você está tentando perder alguns quilos rapidamente, confira estas dicas de emagrecimento especializadas que irão tornar mais fácil para você emagrecer.

Dicas de Emagrecimento
Ajuste o seu estilo de vida

É uma história familiar: você se compromete a honrar uma rotina diária elíptica e contar todas as últimas calorias. Mas logo, você está comendo cupcakes no escritório e ops, tarde demais.

Troque a abordagem de tudo ou nada para um ou dois interruptores saudáveis em sua rotina diária. “Fazer isso pode levar a mais perda de peso do que você jamais imaginou”, diz Marissa Lippert, RD, autor de The Cheater’s Diet .

Coma refeições regulares

Comer em horários regulares durante o dia ajuda a queimar calorias em um ritmo mais rápido. Ele também reduz a tentação de lanche em alimentos ricos em gordura e açúcar.

Consuma muitas frutas e legumes

Frutas e legumes são baixos em calorias e gordura, e rica em fibras – três ingredientes essenciais para perda de peso bem sucedida. Eles também contêm uma abundância de vitaminas e minerais.

Seja mais ativo

Ser ativo é fundamental para perder peso e mantê-lo fora, bem como para fornecer inúmeros benefícios para a saúde, o exercício pode ajudar a queimar o excesso de calorias que você não pode cortar através de dieta sozinho.

Leia também: Phytophen emagrece

Beba muita água

As pessoas às vezes confundem a sede com a fome. Você pode acabar consumindo calorias extras quando um copo de água é realmente o que você precisa.

Coma alimentos ricos em fibras

Alimentos que contêm muita fibra pode ajudar a mantê-lo a sentir-se cheio, que é perfeito para perder peso. A fibra é encontrada apenas em alimentos de plantas, como frutas e legumes, aveia, pão integral, arroz integral e massas, e feijão, ervilhas e lentilhas.

Leia os rótulos dos alimentos

Saber ler os rótulos dos alimentos pode ajudá-lo a escolher opções mais saudáveis. Use a informação de calorias para descobrir como um determinado alimento se encaixa em seu subsídio de calorias diárias no plano de perda de peso.

Use um prato menor

Usar pratos menores também integra a lista de dicas de emagrecimento, possibilitando que você coma porções menores. Usando pequenos pratos e tigelas, você pode ser capaz de se acostumar gradualmente a comer porções menores sem passar fome. Leva cerca de 20 minutos para o estômago dizer ao cérebro que está cheio, então coma devagar e pare de comer antes de se sentir cheio.

Não proíba os alimentos

Não bana quaisquer alimentos de seu plano de perda de peso, especialmente os que você gosta. Proibir alimentos só vai fazer você sentir mais vontade de comê-los. Não há nenhuma razão para que você não possa apreciar o deleite ocasional contanto que você permaneça dentro de sua dieta.

Não coma porcarias

Para evitar a tentação, tente não estocar guloseimas – como chocolate, biscoitos, batatas fritas e bebidas – em casa. Em vez disso, opte por lanches saudáveis, como frutas, bolos de arroz sem sal, bolos de aveia, pipoca sem sal e suco de frutas.

Reduza o consumo de álcool

Um copo de vinho padrão pode conter tantas calorias como um pedaço de chocolate. Ao longo do tempo, beber muito pode facilmente contribuir para o ganho de peso.

Planeje suas refeições

Tente planejar seu café da manhã, almoço, jantar e lanches para a semana, certificando-se de manter o seu subsídio de calorias. Você pode achar útil fazer uma lista de compras semanais.

Tenha um mantra de perda de peso

Você já ouviu falar de uma profecia auto realizável? Se você continuar se concentrando em coisas que você não pode fazer, como comer guloseimas ou deixar de sair de casa para uma caminhada diária, as chances são de que você vai acabar fazendo o que não deve. Em vez disso (se você acredita ou não) repetir pensamentos positivos para si mesmo. – Posso perder peso. – Vou sair para passear hoje. – Sei que posso resistir ao carrinho depois do jantar. Repita essas frases e, antes de muito tempo, elas se tornarão verdadeiras para você.

Após o café da manhã, tome muita água

No café da manhã, vá em frente e beba suco de laranja. Mas durante o resto do dia, concentre-se na água em vez de suco ou refrigerante. Uma pessoa consome, em média, 245 calorias por dia de refrigerantes. Isso é quase 90.000 calorias por ano – ou 25 quilos! E pesquisa mostra que, apesar das calorias, bebidas açucaradas não desencadear uma sensação de plenitude da maneira que o alimento faz.

Assista a menos de uma hora de TV

Um estudo de 76 estudantes de graduação chegou a conclusão de que quanto mais assistiam à televisão, mais comiam. Sacrifique um programa (há provavelmente um que você realmente não quer assistir de qualquer maneira) e ir para uma caminhada em seu lugar.

Lave uma coisa completamente uma vez por semana

Se isso é um piso, um par de janelas, o chuveiro, azulejo do banheiro, ou o seu carro, uma pessoa de 150 quilos vai queimar cerca de quatro calorias por cada minuto gasto limpeza. Esfregue por 30 minutos e você poderia trabalhar fora de aproximadamente 120 calorias, o mesmo número em meia xícara de iogurte congelado de baunilha.

Leia também: Fit Mzt funciona

Espere até que seu estômago ronque antes que você procure algo para comer

É impressionante quantas vezes comemos por tédio, nervosismo, hábito ou frustração – tantas vezes, de fato, que muitos de nós realmente esquecemos que a fome física se sente. Se você está ansiando por um alimento específico, é provavelmente um desejo, não fome. Se você comer qualquer coisa que esteja ao seu alcance, as possibilidades são de que você não está verdadeiramente com fome.

Leia também: Kifina funciona

Coma na frente de espelhos e você vai perder peso

Um estudo descobriu que comer na frente de espelhos reduziu a quantidade de alimentos que as pessoas comiam em quase um terço. Ter de olhar-se no olho reflete de volta alguns de seus próprios padrões e objetivos internos, e lembra-o de porque você está tentando perder peso.

Terapia caso a andropausa esteja acabando com a vida sexual

Terapia 



A andropausa terapia é apenas raramente baseado gonadotrofinas LH se a dosagem é baixa, ao mesmo tempo que é mais frequente que se deve preparar um androgénio tratamento sostitutivo. Prima relaxamento é realizada principalmente injeções de testosterona em camadas (Testoviron Depot), ou foram prescritos comprimidos mesterolone ( Proviron), mais recentemente percutânea (patches), ou testosterona na forma de gel (Androgel), que é aplicado nos ombros e é rapidamente absorvido, em seguida, indo para a circulação. A conduta e a dose de tratamento hormonal é uma função de regressão de sintomas andropausa, não é curativa (no sentido de que terminou um curso de terapia, a andropausa desaparece), mas a substituição da constante hormonal deficiência de androgênio típico envelhecimento masculino com resultados evidentes apenas após terapias de médio e longo prazo.
Os riscos da terapia de reposição hormonal da andropausa estão ligados à próstata , especialmente à coexistência do câncer, muitas vezes mal entendido como o paciente nunca fez ou visita ou estuda pelo andrologista

Portanto, antes de começar uma terapêutica hormonal de substituição devemos absolutamente excluir a presença de ambos a dosagem dos marcadores da próstata: PSA total e livre, com ambos os DRE e com a ultra-sonografia transretal da próstata. Outros riscos são função cardiovascular de lípidos no sangue: Colesterol HDL ser elevados e baixos níveis de LDL, especialmente se utilizar testosterona por via oral: risco bastante inferior com testosterona injectável (Depot) e com gel de testosterona percutânea.

Não perca de conhecer o Destruidor da Ejaculação Precoce.

O aumento de peso em indivíduos em terapia de reposição androgênica ocorre apenas em casos de sobredosagem, quando em paralelo ao aumento do peso devido ao aumento da massa muscular pode aparecer: agressão, nervosismo, insônia.
Os benefícios em vez da terapia de reposição androgênica são a curto prazo (atenuação da fadiga, maior desenvoltura, regularização do sono, memória e distúrbios menores e melhora do desempenho sexual: libido) no médio prazo (desaceleração do envelhecimento mesmo se especialmente de dependência genética estrita) e a longo prazo (prevenção do envelhecimento ósseo: osteoporose, descalcificação esquelética), efeitos benéficos em doses correctas no sistema cardiovascular (diminuição dos níveis de colesterol LDL e riscos de trombose, ataque cardíaco e embolia).

O tratamento de modo ‘ ‘andropausa’ é multi-pontos: qualquer um dos fármacos de substituição, é um nutricionista, evitar amarrado tanto quanto possíveis actividades sedentárias e graves efeitos negativos do consumo de tabaco e alcolici.Se coexiste um problema inicial, tal como disfunção eréctil ocorrendo frequentemente no indivíduo idoso, os inibidores da PDE5 podem ser prescritos em doses personalizadas. Além das drogas por isso é essencial para manter um bom controle metabólico (controle glicêmico) com uma dieta baixa em gordura (especialmente animal) e excesso de açúcar (doces) e faça um exercício apropriado e consistente serve não só queimar calorias em excesso, reduzindo o colesterol e triglicerídeos, mas também para reduzir o estresse.

  1. Siga uma dieta equilibrada, com pouca gordura e rica em vegetais e frutas;
  2. Absolutamente fumar;
  3. Limitar o consumo de álcool
  4. Controlando fatores de risco “vasculares” de doenças como hipertensão arterial, diabetes, excesso de peso (dislipidemia: hipercolesterolemia)
  5. Praticando uma atividade física constante e não estressante
  6. Manter relacionamentos adequados não apenas sexuais mas também sociais
  7. Encontre estímulos intelectuais apropriados.

Nos centros de andrologia é raro ver “desportistas” que seguem uma higiene física e mental adequada da vida: que a idade cronológica em que essas pessoas não se sobreponha com a idade biológica e senescência não progride em sua repente ele vai com ” moviola “e um círculo vicioso estabelece-se em positivo: fisicamente no lugar e sexualmente ativo (sempre segundo a sua idade).

Relação e implicações entre a nicotina e a disfunção erétil

Max Gel Funciona

Um estudo avaliou os problemas da função erétil e a qualidade de vida relacionada à função sexual em uma série de indivíduos com esclerose múltipla .Verificou-se que os problemas relacionados à vida sexual são muito frequentes, mas pouco considerados, e dependem de vários fatores.

Se você quiser saber mais sobre o estimulante chamado Max Gel é só acessar o link.

Os problemas que a esclerose múltipla pode criar na vida sexual daqueles que são afetados, tanto homens quanto mulheres, são conhecidos, mas a dimensão do problema não é suficientemente explorada. Sessenta e sete homens com esclerose múltipla foram submetidos a avaliação neurológica e foram solicitados a preencher questionários que objetivavam avaliar a função erétil e a qualidade de vida relacionada à atividade sexual.

Os distúrbios mais relatados (52,9%) são aqueles relacionados à ereção , mas também diminuição do desejo sexual (26,8%) e problemas para atingir o orgasmo (23,1%) e ter um ejaculação normal (17,9%). Previsivelmente, a gravidade desses distúrbios tem uma influência importante na qualidade de vida relacionada à atividade sexual, particularmente no que diz respeito à função erétil e à satisfação sexual. Observe que as pontuações. obtidos a partir da compilação dos questionários que avaliaram a função erétil e a qualidade de vida, não foram influenciados pela idade dos sujeitos, nem pela duração da doença nem pelo escore da EDSS. O EDSS, Expanded Disability Status Scale em Inglês, traduzida para o Scala Expanded Disability Status, é um sistema numérico para avaliar o tema da deficiência com a esclerose múltipla, de acordo com a capacidade de realizar atividades normais, como caminhar. Finalmente, apenas 6% dos sujeitos avaliados haviam discutido esses problemas no passado com os médicos de referência.

Nas conclusões, os autores, além de ressaltar a alta frequência de problemas sexuais registrados em suas pesquisas, recomendaram que dediquem mais atenção ao seu diagnóstico, utilizando ferramentas adequadas.

A disfunção erétil é um distúrbio que impede o homem de obter e manter a ereção do pênis, não atingindo rigidez suficiente – em termos de volume e duração – para garantir a satisfação sexual de si mesmo e de seu parceiro. 1

Um distúrbio que afeta mais de 150 milhões de pacientes em todo o mundo e estima-se dobrar seu alcance até 2025.

Para um diagnóstico correto, é essencial identificar as possíveis causas subjacentes à disfunção erétil, analisando a situação psicológica, neurológica, hormonal e vascular do paciente. De fato, a disfunção erétil pode surgir de muitos fatores. Entre aqueles dependentes do aparato psíquico, a ansiedade  ou distúrbios como a depressão e a esquizofrenia, são doenças inibitórias da ereção. Estresse, como mostrado por um teste comparativo pelo Dr. Kalaitzidou, também pode levar à disfunção erétil. 

Mesmo os pacientes com doenças neurológicas, com distúrbios do sistema nervoso ou lesões na coluna vertebral, a erecção pode ocorrer impedimentos e situações impotência, causada pela falta de comunicação entre o cérebro e o pénis e a inabilidade para enviar e receber sinais nervosos que gerar ereção. 6

disfunção eréctil, no entanto, como um processo originado pelo afluxo de sangue para o pénis através dos vasos sanguíneos que fornecem sangue para o corpo cavernoso do tecido eréctil esponjoso, sofre os efeitos negativos que surgem a partir de elementos ou patologias que também insistem sobre o sistema vascular. 7

Como o tabaco e a nicotina: a conexão entre a disfunção erétil e o tabagismo é, portanto, direta. 8

O fumo do cigarro, de facto, para além de conter compostos oxidantes que reduzem a produção de óxido nítrico, o principal mediador da erecção, tem acção esclerosante em artérias, reduzindo progressivamente a elasticidade dos vasos sanguíneos e, por conseguinte, o fluxo sanguíneo normal em todos os órgãos  , incluindo o pénis.

4 dicas para prolongar o desejo do casal

O desejo entre dois amantes é fatalmente condenado? A resposta é não! Especialmente se você souber como jogar com quatro ingredientes conhecidos para trazer tempero para abraços que duram.

Cultive a saudade

Nada melhor para alimentar a tensão do amor do que a saudade. Devemos sentir falta uns dos outros regularmente e obrigar a não compartilhar tudo para ter um grande desejo de conhecer e devorar avidamente.

“O desejo sexual não sobrevive à possessividade, à perda da liberdade, à dependência, à necessidade de exclusividade”, diz a terapeuta do casal, Esther Pérel, autora de “L’intelligence érotique” (Robert Laffont). .

Como cultivar a falta? Sempre preservando entre si e o outro, um espaço de mistério. E mais sofisticado: abandonando a ideia de que tudo pode acontecer e que nada é adquirido.

Na prática

Ela: “Eu fiz naquela noite um sonho estranho.”
Ele: “Comigo?”
Ela: “Não, com um homem que conheci ontem, suas mãos eram macias”.
Ele: “Mais do que o meu?”
Ela: “Eu esqueci como eram seus …”

Explore e “saboreie” novas áreas do corpo 

Muitas vezes os impulsos sexuais têm precedência sobre o desejo. Como resultado, não tomamos tempo suficiente para desejar um ao outro. Mais lamentável, especialmente para as mulheres, não atrasamos o tempo do coito o suficiente.

“A maturidade sexual consiste em não mais colocar os órgãos genitais no centro do erotismo e trazer seu interesse erótico para o corpo todo do outro”, explica o sexólogo Gérard Leleu, autor do “Jardim das carícias”. (Flammarion ed.)

Como alimentar a espera? Explorando as zonas erógenas secundárias uma da outra antes de passar para as zonas erógenas primárias.

Na prática

Ela: “E minha axila, você gosta, diga?”
Ele: “Sim”.
Ela: “E meu pescoço, ela sabe bem?”
Ele: “Eu amo isso!”
Ela: “E a minha barriga rola bem debaixo da sua língua?”
Ela: “E minhas pequenas dobras, cotovelo, joelho, sob as nádegas … são moles?”

Configurar rituais românticos

Como observou o sexólogo Willy Pasini, autor de “The Love Couple” (Ed Odile Jacob), os amantes de longo prazo se asseguram de antecipar seu desejo. Sabendo que às 17h ou 22h nos encontramos uns aos outros para fazer amor facilita a transição da realidade para o frágil mundo do desejo e da fantasia.

Preparamos nosso corpo de acordo : depilamos com mais cuidado, engraxamos, polimos, vestimos com roupas que o outro terá prazer em remover … Acima de tudo, liberamos nosso espírito para nos disponibilizarmos uns aos outros. .

Como se antecipar? Organizando encontros, em casa, sem filhos ou no hotel.

Na prática

Ela: “Esta noite, você tem um encontro comigo!” 
Ele: “A que horas você me chama, senhora?” 
Ela: “19:30!” 
Ele: “É muito tempo, me dê algo para segurar até então.” 
Ela: “Vou usar meu espartilho vermelho, aquele que você ama tanto abuso”.

Inventar jogos de sexo

Fazer amor é um assunto sério para viver com leveza. Não há dúvida, portanto, de seguir um protocolo rigoroso. Todos os caminhos podem levar ao orgasmo.

“Cada casal tem que inventar seus próprios jogos eróticos com base em sua imaginação pessoal”, diz Philippe Brenot, autor de “Invent the Couple” (Odile Jacob ed.). Isso obviamente requer um clima de confiança. Porque é necessário que todos possam expressar seus desejos, mesmo os mais originais, sem ter a impressão de atacar o outro.

Como chegar lá? Devemos integrar a ideia de que o erotismo é uma arte que pode ser aprendida com a prática.

Na prática 

Ele: “Imagine que eu sou essa beleza negra que cruza o seu caminho, você tem o seu vestido vermelho sem alças que dança em torno do seu corpo.” 
Ela: “Eu não usei calcinha e você adivinhou.” 
Ele: “Eu olho para você para fazer você corar, então eu te sigo sussurrando:” Quem é você, linda estranha? ” 
Ela:” Eu te arrasto para um beco sem saída e gentilmente, sem te deixar olhos … ” 7

Descubra agora o melhor estimulantes sexual masculino do mercado, o nome é Big Size

Remédios Para Emagrecer – Naturais, Manipulados e Com Receita

Remédios Para Emagrecer – Naturais, Manipulados e Com Receita

Emagrecer é um desejo de muitas pessoas, que estão um pouco fora de forma. Uns quilos a menos, além de promover uma saúde melhor e mais disposição, ajudam a conquistar a silhueta dos sonhos. Mas, nem sempre é tão fácil assim conquistar o corpo que você deseja, mas é possível recorrer a remédios para emagrecer que facilitam essa jornada.

Os remédios para emagrecer são bastante comuns, existem remédios naturais, que prejudicam menos a saúde e não possuem quaisquer efeitos colaterais. Em contrapartida, existem remédios vendidos na farmácia e que promovem alguns riscos para quem os consome, mas geralmente são seguros quando há o acompanhamento médico e por isso exige-se a retenção da receita. Conheça várias opções

REMÉDIOS NATURAIS PARA EMAGRECER E REMÉDIOS MANIPULADOS

No mercado existem várias opções de remédios naturais. Eles levam em sua fórmula ingredientes naturais e por isso podem ser tomados por qualquer pessoa. Geralmente são compostos por nutrientes e vitaminas que ajudam a desintoxicar o organismo e por isso promovem a queima calórica.

Esses remédios naturais fazem o corpo trabalhar melhor, eliminam o excesso de acúmulos de líquidos causados pela má alimentação e deixam o fígado livre para cumprir sua função. Assim o corpo consegue trabalhar melhor e queima mais calorias do que ele estava acostumado.

Outras fórmulas contém hibisco, goji berry ou outros ingredientes termogênicos. Ao serem usados, eles aceleram o metabolismo e aumentam a produção de calor no organismo e obrigam o corpo a usar as reservas de gordura pra produzir energia, mesmo que para as atividades mais básicas.

Os remédios naturais para emagrecer também podem ser manipulados por um preço acessível. Conheça os melhores:

Café verde – São cápsulas feitas a partir do grão de café verde, com os princípios do grão ainda mais concentrados. Pelo gosto ser amargo, recomenda-se sua ingestão pelas cápsulas mas é possível achar o café verde também em pó. Contém agentes que combatem os radicais livres e ajuda a acelerar o metabolismo.
Spirulina – É outro remédio totalmente natural, feito a partir de algas. Ela é capaz de acelerar o emagrecimento, diminuir os níveis de colesterol no sangue, é rica em ferro e proteínas. É ideal para quem sofre de anemia e é um excelente anti-inflamatório.
Chá verde – Pode ser consumido em forma de chá ou cápsulas ainda mais concentradas. Recentemente o matcha se popularizou e é muito eficiente no emagrecimento, que é um pó fino das ervas maceradas com uma concentração mais alta de princípios ativos do que se encontra no chá tradicional. O chá verde estimula a urina, eliminando a retenção de líquidos e toxinas acumuladas.
Vinagre de maçã – Não há estudos comprovando sua eficácia, mas relatos de pessoas que ficaram muito satisfeita com os resultados obtidos. Basta misturar duas colheres de sopa de vinagre de maçã na salada todos os dias. O uso mais comum ainda é misturá-lo em um copo de água e beber.
REMÉDIOS PARA EMAGRECER COM RECEITA
Os remédios para emagrecer precisam de receita médica para serem adquiridos. Existe uma grande fiscalização em cima deles, porque é preciso tomar cuidado. Eles podem causar dependência e causar danos à saúde, se tomados de maneira equivocada. Conheça os remédios mais populares:

SACIETÓGENOS

Agem sobre dois principais neurotransmissores, a serotonina e noradrenalina. Melhoram sintomas de ansiedade, o humor, o sono e saciedade. O cérebro envia para o estômago sinais de que está saciado.

Leia também: Kifina

Sibutramina – Ela é o único remédio emagrecedor que mexe com o sistema nervoso central. Foi inicialmente utilizada para tratar depressão e ansiedade. Porém, teve resultados notáveis no emagrecimento, sendo usado para esse fim. A sibutramina é capaz de tratar a ansiedade e depressão, que estão constantemente ligadas à obesidade.
Belviq – Sua substância é o cloridrato de lorcaserina. Ele contém propriedades serotoninérgicas, que agem na produção de serotonina, assim são capazes de regular o metabolismo, o sono, o humor e o apetite. Sua venda é proibida no Brasil.
Victoza – Foi inicialmente comercializado para diabéticos. Seu princípio ativo é o liraglutide, que diminui a glicose no organismo a fim de aumentar a insulina. Sua fórmula age no sistema nervoso central, atuando sobre o neurônio responsável pela saciedade e interfere no trato digestivo, diminuindo a velocidade em que a comida é digerida e o estômago se esvazia.

Leia também: Phytophen funciona
ANOREXÍGENOS

São classificados como psicotrópicos e são capazes de mudar o comportamento do ser humano. Geralmente causam aversão à comida e promovem grande disposição para a prática esportiva. Causam a dependência química, pois geralmente são anfetaminas e metanfetaminas como aquelas existentes no crack, crystam meth e cocaína.

Femproporex – Está classificado junto com a feniletilamina e anfetamina. É um medicamento que causa grande dependência e ao ser ingerido é capaz de mudar o comportamento dos seres humanos. Promove a perda de peso, insônia, falta de apetite e grande disposição e energia.
Anfepramona – Comercializada como Dualid S, Inibex S e Hipofagin S. Agem no sistema nervoso, liberando catecolaminas, responsáveis pela saciedade. Os pacientes ficam com aversão à comida e possuem muita disposição para praticar exercícios físicos.
LÍPASE

Leia também: Kifina 

Seu principal objetivo é fazer com que o corpo não quebre as moléculas de gorduras, para que ao invés de serem absorvidas, elas saiam através das fezes. Porém, para que ele possa dar certo, é preciso que a pessoa diminua o consumo de gorduras nas suas refeições

Xenical – É um inibidor da lípase, enzima produzida no fígado que controla a absorção da gordura no intestino, aproximadamente 30% da gordura ingerida passa pelo trato intestinal, sendo eliminada pelas fezes.
Consulte e faça sempre o acompanhamento médico, principalmente quando os medicamentos resultarem em mudanças no sistema nervoso central. Sempre tome os medicamentos acompanhados de exercícios para emagrecer.

Tratamentos da impotência (deficiência orgânica eréctil)

Tratamentos da impotência (deficiência orgânica eréctil)

A deficiência orgânica eréctil ou a impotência não podem ser uma doença risco de vida mas têm um impacto significativo e sério no bem estar e na qualidade de vida psicológicos. O alvo do tratamento é diagnosticar e tratar a causa da circunstância quando possível.

Independentemente das terapias específicas para tratar a circunstância, diversas medidas do estilo de vida impedir a circunstância são igualmente importantes. Na maioria dos casos a circunstância não é curável mas, onde apropriado, as terapias curativas podem ser feitas disponíveis. Estas terapias podem ser seleccionadas de acordo com a eficácia, a segurança, o invasiveness, o custo e a preferência do paciente. As etapas e os métodos no tratamento da deficiência orgânica eréctil incluem: –

Mudanças do estilo de vida
A actividade física e a manutenção do peso corporal saudável reduzem o risco de deficiência orgânica eréctil. O paciente é recomendado dar acima o fumo e o uso de drogas de abuso recreacionais e reduzir a entrada do álcool. A redução do esforço igualmente ajuda na prevenção da impotência.

Estas drogas não podem ser usadas nos pacientes que recebem nitratos para doenças como a angina. Nestes pacientes pode haver uma queda severa na pressão sanguínea que pode conduzir ao enfarte do miocárdio agudo (cardíaco de ataque), ao curso e mesmo à morte. Aqueles com uma história da hipotensão, da neuropatia ótica isquêmica, do curso recente, da angina instável ou do cardíaco de ataque não são prescritos igualmente estas drogas.

Sildenafil (Viagra) é geralmente tolerada boa e eficácia é reduzido após uma refeição gorda. o magnésio 50 é a dose começando recomendada e os efeitos secundários são raros. Os efeitos começam após 30 minutos e o efeito máximo é considerado em 2 horas e dura até 36 horas. Vardenafil é eficaz após 30 minutos. É útil nos não-receptivos a Sildenafil. Efeito reduzido por refeições gordas.

Hidrocloro da apomorfina – esta droga actua aumentando sinais erécteis deactuação. É um agonista da dopamina. Tem um início mais rápido da acção e é tomado como um comprimido colocado sob a língua 20 minutos antes da actividade sexual. É melhor eficaz nos pacientes com deficiência orgânica eréctil do suave-à-moderado. É menos eficaz do que o sildenafil.

Yohimbine – este agente foi usado por sobre um século como um afrodisíaco. Actua ambos no cérebro e nos genitais. Tem um efeito modesto especialmente em causas psicológicas da deficiência orgânica eréctil e não actua em causas físicas da circunstância. Esta droga não é licenciada para o tratamento (NHS) do serviço nacional de saúde no Reino Unido mas é usada como um remédio natural por muitos pacientes.

Delequamine – este é um agente similar como o yohimbine.

Trazadone – este uma droga de antidepressivo associada com as erecções prolongadas e dolorosas. Isto não é prescrito para a deficiência orgânica eréctil.

Os analogues do Prostaglandin como Limaprost são derivados do alprostadil. Foi tentado na deficiência orgânica eréctil. O alprostadil às vezes intrauethral é usado igualmente. A droga é introduzida aqui enquanto uma pelota no uretha na ponta do pénis e deste produz uma erecção após aproximadamente 15 minutos. Alprostadil é prejudicial para um bebê por nascer e assim que os preservativos ou a outra contracepção da barreira devem ser usados se o sócio sexual está grávido. Alprostadil pode igualmente ser dado como injecções no cavernosa. Isto produz uma erecção que dura menos de uma hora. Os efeitos secundários incluem a dor.

Leia também: Big Size anvisa

O ginsém coreano vermelho tem um mecanismo desconhecido da acção.

Dispositivos de vácuo
Estes dispositivos são dados forma como um cilindro externo cabido sobre o pénis para permitir que o ar seja bombeado para fora. Isto conduz ao engorgement do pénis com sangue. Isto ajuda melhor quando o sócio é compreensivo e motivado. Os efeitos secundários incluem a dor, o ferimento e a dormência.

Prótese Penile
Estas são extensões artificiais usadas sobre o pénis. O material é semi-rígido, maleável ou inflável que é introduzido cirùrgica no pénis para produzir um estado ereto.

Terapia hormonal
Nos pacientes com falha testicular a testosterona é usada para o tratamento. Aqueles com causas pituitárias ou hypothalamic da necessidade da impotência de ser tratado com os vários agentes hormonais.

Cirurgia
Os pacientes com ferimento pélvico ou genital podem desenvolver a deficiência orgânica eréctil arteriogenic Cargo-traumático. O diagnóstico é feito usando o ultra-som e a arteriografia frente e verso. Mostras da cirurgia em torno de uma taxa de êxito 60-70%.

Tratamento de causas Psychosexual
Isto envolve tratar o problema psicológico subjacente. Estes pacientes podem tirar proveito da terapia do sexo e da terapia de comportamento e da psicoterapia aconselhando, cognitivas do grupo. Estes podem ser usados conjuntamente com fisioterapias. Os resultados satisfatórios em 50-80% dos pacientes podem ser considerados.

Exercícios pélvicos do músculo do assoalho
Há os estudos que mostram que os exercícios dos músculos pélvicos do assoalho podem ajudar a impedir a impotência. Estes exercícios beneficiam um grupo de músculos em torno do lado de baixo da bexiga e do recto, assim como na base do pénis.

Como tomar Colágeno Em Pó para pele e articulações saudáveis

Como tomar Colágeno Em Pó para pele e articulações saudáveis

O colágeno hidrolisado é um suplemento alimentar, feito principalmente a partir de ossos e de cartilagem bovina, que pode ser utilizado para promover a produção de colágeno pelo corpo, ajudando a melhorar o aspeto da pele e a fortalecer articulações, unhas e cabelo. Este suplemento pode ser encontrado na forma de cápsulas ou em pó, que deve ser diluído em água, sucos ou chás.

A suplementação com colágeno normalmente é recomendada a partir dos 30 anos, mas também pode ser usada mais cedo por pessoas que passam muito tempo no sol ou que fumam, pois esses fatores pioram a saúde da pele e estimulam o envelhecimento.

Como tomar
A quantidade recomendada de ingestão de colágeno é de 10 g por dia, que pode ser consumida juntamente com uma refeição, em qualquer horário do dia. O melhor tipo de colágeno é o hidrolisado pois ele é melhor absorvido no intestino, e ele pode ser encontrado com ou sem sabor, e pode ser diluído em água, sucos, sopas ou vitaminas.

Além disso, a ingestão de vitamina C juntamente com o colágeno potencializa seus efeitos no organismo, assim aconselha-se diluir o colágeno ou tomar as suas cápsulas juntamente com uma fonte de vitamina C, como suco de limão, laranja, abacaxi ou tangerina. Assim, a fim de melhorar sua eficiência, alguns colágenos já trazem a vitamina C na sua formulação.

Leia também: o que é Colágeno em pó

Quando tomar colágeno
O colágeno normalmente é indicado para pessoas com mais de 30 anos ou que tenham problemas nas articulações. Além disso, ele também é recomendado para pessoas que não conseguem consumir proteínas suficientes na dieta, o que pode acelerar a perda de firmeza da pele e trazer problemas articulares.

Leia também: Skin renov Anvisa

Ele também é recomendado para pessoas que fumam ou que passam muito tempo expostas ao sol, pois são fatores que envelhecem mais rapidamente a pele. Além disso, o colágeno ainda pode ser utilizado para favorecer a cicatrização de feridas e cirurgias, favorecendo a redução de cicatrizes.

Benefícios do colágeno hidrolisado
Os principais benefícios do colágeno hidrolisado incluem:

Melhora da firmeza da pele;
Fortalecimento das articulações, unhas e cabelos;
Melhora no tratamento da osteoporose;
Prevenção do envelhecimento;
Melhora do controla da pressão arterial;
Prevenção de úlceras gástricas
É importante destacar que esses benefícios são obtidos principalmente quando se tem uma alimentação saudável também potencializa os resultados trazidos pela suplementação com colágeno.

Preço e onde comprar
O preço do colágeno hidrolisado varia de acordo com a forma de apresentação do suplemento, sendo de aproximadamente 20 reais para 150 gramas de pó, e 30 reais para 120 cápsulas.

Ele pode ser encontrado em farmácias, drogarias, lojas de produtos naturais e pela internet. Ele também pode ser encontrado como ingrediente em produtos alimentares como balas de colágeno e barrinhas de cereais com colágeno, por exemplo